terça-feira, abril 19, 2011

Info | Oportunidades & Leilões | Sócrates

Print screen daqui: http://www.leiloes.net/Vende-se-Primeiro-Ministro-de-Portugal-,name,171362290,auction_id,auction_details
"Condição: Usado
Motivo: Liquidação do país (alternativa a empréstimo do FMI)
Descrição:
Boa aparência, com guarda-fatos e teleponto incluído. Excelente marketeer, até garantir a venda de gelo no Pólo Norte ou areia na praia. Desenrascado, persistente e com boa imagem do lado esquerdo e lado direito. Licenciado com distinção num Domingo e boa capacidade para idiomas como o Castelhano e Inglês (apenas compreensão e leitura).
Boa rede de contactos com políticos de vários países e extraordinária rede de contactos de amigos em Portugal. Muitos amigos. Aliás, amigos assim não se encontram em muitos países.
Atenção:
Por favor, não licite se não estiver mesmo interessado. Se for o vencedor do leilão, tem 5 dias para entrar em contacto e efectuar o pagamento. Se passados esses 5 dias não for efectuado o pagamento, será dado feedback negativo e reportado à equipa do Leiloes.net ."

6 comentários:

Manuel Fidalgo disse...

Olha lá! Para que é que queremos isso?

Margarida Az disse...

Sei lá!!! Pode ser que pegue e alguém o leve ; )

Alergia disse...

Talvez o equivalente àqueles gnomos de jardim...

donatien alphonse françois disse...

Foi considerado ilegal e retirado de leilão.Afinal já foi vendido há muitos anos.

Novato disse...

O problema é que o nosso homem volta a estar à frente nas sondagens. Passos estampou-se nas pensões de aposentação. Revelou ser novo, inexperiente e impreparado.
A maneira como tem vindo falar das reformas (matéria que o PEC IV abordava tentando repor justiça na tributação extraordinária) deixa o PSD muitos furos abaixo dos mínimos exigíveis para a função. Então Passos Coelho acha justo e razoável que se taxe quem trabalha e que os que se aposentaram sem penalização (50/55anos) não contribuam? Isto é inadmissível e como é óbvio, passos perderá todo o eleitorado que está a ser taxado e que toma esse facto como uma dupla injustiça. Sócrates viu isso muito bem e foi um erro ter chumbado o PEC IV, aquele que Sócrates percebeu ser o jóker.

Anónimo disse...

ele já foi vendido às construtoras, sucateiros e bancos há muito tempo.