quarta-feira, abril 06, 2011

Garantias destas ... por piores ou péssimas, quem as leva?


e depois vem a escravatura ou no mínimo a não-liberdade que ... nem passa pela ameaça ...
"Isabel Alçada garantiu que a decisão de tornar obrigatória a permanência na bolsa durante quatro anos não tem a ver com o facto dos professores não terem chegado a acordo com o Gabinete de Avaliação Educacional (GAVE).
A obrigatoriedade vem definida num despacho publicado hoje em Diário da República que altera o primeiro despacho, publicado a 3 de Dezembro de 2010, onde estava estipulado que os professores que viessem a ser seleccionados para integrar a bolsa estabeleciam com o Gabinete de Avaliação Educacional (GAVE) "um acordo de colaboração com a vigência de quatro anos".
O novo despacho determina ainda que os professores seleccionados como classificadores, pelo director da escola, têm, "obrigatoriamente, de frequentar as acções de formação para as quais seja indicado"."

http://www.ionline.pt/conteudo/115682-escolas-devem-ser-organizacoes-cada-vez-mais-eficientes-e-viradas-as-empresas-diz-isabel-alcada

5 comentários:

Alergia disse...

NOJO COMPLETO!
Como não puderam coagir esses professores a assinar o tal pseudo-contrato, partem para a obrigatoriedade, baseados em não sei quê!
Mas como governo em gestão pré-eleitoral estas "pessoas" não deveriam estar quietinhos com a despachite aguda? :-(((

Margarida Az disse...

De acordo.

Armando Nina disse...

Eu se fosse da Situação, obrigava todos os professores e funcionários a comprarem todos os books da ministra, como forma de demonstrarem o seu empenho patriótico face ao facto de os direitos de autor estarem afectados pela crise.

Margarida Az disse...

Armando,

ficava o ramalhete completo! Ela agora até tem uma aventura em Timor! Ai .... lol

Alergia disse...

Sempre tem?! LOL
Por isso!....