terça-feira, janeiro 18, 2011

É que já não prendem só perigosos terroristas e anarquistas ... agora também os sindicalistas que cumprem o seu ganha-pão ....

por DN.pt com Lusa20 Novembro 2010
Dois dirigentes sindicais foram hoje detidos junto a residência oficial do primeiro-ministro, após uma concentração contra os cortes salariais que terminou com confrontos entre manifestantes e agentes policiais.

“Isto é uma vergonnha. Nunca se viu”, disse à Lusa Ana Avoila, coordenadora da Frente Comum dos Sindicatos da Função Pública, explicando que os sindicalistas foram impedidos de descer a calçada da Estrela após o final da ação de protesto
Ana Avoila adiantou que a recusa da polícia em permitir que os manifestantes pudessem descer essa rua levou a que alguns deles tentassem forçar a barreira o que desencadeou a situação de confronto.
Dois dos dirigentes sindicais que participavam na iniciativa, um do Sindicato dos Trabalhadores da Administração Local e outro do Sindicato dos Trabalhadores dos Professores do Norte, foram detidos e levados para a esquadra de Alcântara.
Cerca de 150 manifestantes decidiram manter-se no local até que os seus colegas sejam libertados.
*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***
SAPO c/Lusa

É a vidinha, pá!

3 comentários:

Isabel Santos disse...

Se comentasse, o comentário ficaria preso por abuso de linguegem, portanto... fico por aqui!

Margarida Az disse...

Talvez não ...

Armando Nina disse...

O Graduado do cavalo-marinho como nas sessões sado-masoquistas assume o papel de Passivo, talvez estivesse com intenção de inverter os Papéis e decidiu zumbar nos que estavam mais à mão.
Por outro lado, como o Primeiro, que anda em comissão de vendas junto dos camelos do deserto, estava ausente os moinas decidiram, quiçá aderir ao desporto escolar ou entrar nas novas oportunidades: professores no xadrez.